Maceio
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Em 2018, rachaduras, sumidouros e terremotos ligados às atividades de mineração de sal-gema causaram enormes danos a ruas, casas e prédios em vários bairros de Maceió (AL). 

Desde os primeiros tremores na área, moradores dos bairros Maceió de Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto relataram rachaduras em prédios e vias, e até o surgimento de sumidouros. De fato, muitos moradores foram forçados a deixar suas casas por medo de que prédios ao redor desabassem. 

Um relatório do serviço geológico brasileiro divulgado em maio de 2019 responsabilizou a mineração de sal feita pela Braskem por danos à integridade estrutural de propriedades na capital alagoana. 

Em agosto de 2020, moradores de um bairro afetado protestaram na porta da Braskem para exigir melhorias em um esquema de compensação – o Programa de Compensação Financeira e Apoio à Relocação da Braskem. 

Milhares de vítimas ainda aguardam indenização por danos e agora levam sua batalha judicial a tribunais estrangeiros para obter a reparação adequada pelo impacto que as operações da Braskem tiveram em suas vidas em Maceió. Aqueles que receberam ajuda financeira argumentam que não foi suficiente. 

A atividade social e comercial nos bairros afetados vem sofrendo com a desaceleração dos negócios locais conforme os moradores deixam a área. Muitos dos que permanecem atribuem um aumento no comportamento antissocial, crime e violência à deterioração de sua comunidade. 

Alguns dos afetados também começaram a sofrer de problemas de saúde mental, incluindo ataques de ansiedade e depressão, devido aos efeitos das atividades de mineração da Braskem em suas vidas e arredores. 

Agora, os indivíduos afetados serão os principais reclamantes da ação coletiva contra os donos das minas de sal que produziram os danos. 

PGMBM (a trading name of Excello Law Limited) – SRA License Number 512898

Excello Law is authorised and regulated by the Solicitors Regulation Authority and complies with the Solicitors Code of Conduct, a copy of which can be located here.

Badge