Fiat Chrysler Diesel
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Escândalos de emissão de diesel já afetaram muitos fabricantes de automóveis e a Fiat Chrysler Automobiles é uma das últimas a ser investigada por supostamente instalar dispositivos ilegais em centenas de milhares de seus veículos. 

Em julho de 2020, autoridades na Alemanha, Itália e Suíça que investigam fraudes de emissões e o uso de dispositivos manipuladores invadiram os escritórios da Fiat Chrysler e da CNH Industrial (a controladora da Iveco). 

Os dispositivos de derrota reduzem temporariamente as emissões do veículo para burlar as verificações regulatórias. Dessa forma, o veículo é colocado em “condições de teste” de baixa emissão para ser aprovado. No entanto, as emissões de direção no mundo real são muito mais altas e os veículos não passariam nessas verificações sem o uso de dispositivos manipuladores. 

O PGMBM acredita que os dispositivos foram usados nos veículos da Fiat Chrysler entre 2008 e 2020 e espera que os clientes possam reivindicar até £ 10.000 (dez mil libras) por veículo afetado – em um caso semelhante, nos Estados Unidos, a FCA já pagou milhões de dólares a seus clientes.  

Nosso objetivo é reaver o custo total de cada veículo e estamos em busca de uma compensação para os clientes pelos seguintes motivos: 

• Os níveis aumentados de dióxido de nitrogênio são prejudiciais a crianças, adultos e ao meio ambiente. 

• Os clientes podem ter enfrentado contas de combustível e custos de manutenção mais altos. 

• O desempenho desses veículos pode ter sido afetado negativamente. 

Os motores a diesel afetados foram usados em veículos Fiat, Alfa Romeo, Jeep e Suzuki. Embora a Suzuki não seja uma subsidiária do Grupo Fiat Chrysler, certos veículos que eles produzem são equipados com motores a diesel FCA que excedem os limites de emissões. 

Os clientes que possuíram mais de um veículo entre 2008 e 2020 têm direito a reclamar para cada veículo na ação coletiva liderada pelo PGMBM. 

Queremos que os clientes afetados sejam compensados pelas ações erradas da Fiat Chrysler no Reino Unido, assim como o foram nos Estados Unidos. 

PGMBM (a trading name of Excello Law Limited) – SRA License Number 512898

Excello Law is authorised and regulated by the Solicitors Regulation Authority and complies with the Solicitors Code of Conduct, a copy of which can be located here.

Badge